Meditar é preciso!

Meditar é preciso!

Meditar é transcender suas referências,

é ir além...do nível em que se encontra.
Se você está bem; meditando, ficará ainda melhor.
Se não está legal, meditar ajudará a te reequilibrar.
O primeiro passo é apenas respirar com calma,
sem pressa.

Navegar nas ondas sublimes das boas novas,
abrir o coração e viver o amor genuíno,
assim ensinou o Mestre dos mestres há dois mil anos.

Inspirar paz,
expirar sorriso,
assim ensinou o mestre budista.

Sentir-se luz,
como um anjo ou como uma estrela de luz,
olhar com paz,
encontrar-se com Deus,
assim ensina o Raja-Yoga.

Meditar é mergulhar nas profundidades do ser,
aos poucos, sem pressa,
é voar ao encontro do que seu ser mais busca,
é encontrar-se com o mais sublime,
é sentir o genuíno aflorar,
é sentir alegria supra-sensorial,
é aproximar-se de DEUS.

Transcendendo doutrinas ou tradições,
filosofias ou rituais,
assim nos ensinaram os grandes enviados e
assim nos ensina a essência de todos os conhecimentos que nascem de Deus.

Estes nos inspiram a prática, com simplicidade e amor,
caridade e paz, generosidade e felicidade, proximidade a Deus e humildade.
Toda rotina ou ritual, podem acreditar, devem ser respeitados, sempre!
Mas nascem de homens, portanto, devem ser usados por quem escolhe assim fazer,
mas não podem ser confundidos como requisitos para se aproximar de Deus e de seus ensinamentos.

Meditar é tirar as roupagens superficiais e experimentar a essência;
esta nos conduz ao simples, ao amor e à paz.
Assim nos ensina Deus,
seja qual for a cultura ou tradição, filosofia ou crença,
medite!
Meditar faz bem sempre!

Texto: Herbert Santos Silva
site Intuicao.com

Enviar por e-mail Enviar por e-mail