Primavera – estação da esperança


Interessante lembrar que a primavera fica entre a rigidez do inverno e a aridez do verão.
Talvez por isto seja a estação da esperança, tão brindada por artistas e românticos.

Esperança que está abrigada, viva e nativa nas raízes e nos caules das plantas e árvores. Para inflamar a esperança, a natureza recorre ao que o passado tem de bom, a essência, o que dá aprendizado e significado para ir adiante. Assim como a decomposição das folhas, frutos e flores do passado fornecem o húmus para o novo crescimento na primavera seguinte, devemos nos ligar ao que é verdadeiro e nutritivo para o crescimento individual e do mundo.

O húmus na natureza, equivale a humildade do ser, por isto a origem das palavras são próximas.

Humildade é saber do seu real valor e notar que o verdadeiro, ao receber energia, fará a vida acontecer de uma maneira mais plena, bela e digna de uma primavera constante. Não pense no inverno em quem viveu.

Lembre-se da primavera que tens para aflorar.
-----------------------------------------------------
Texto original do blog do blog Discípulo da Verdade

Enviar por e-mail Enviar por e-mail