Toques de generosidade de natal !!!

Toques de generosidadede Natal !!!


Luzes nos são presenteadas, é tempo de Natal

Ano novo chegando…
sentimentos de interiorização brotam d’alma;

Toques de generosidade
trazem aconchego ao coração e
acariciam a consciência.

É Natal, é tempo de convites…
ou seriam claras orientações vindas dos reinos celestiais?

Convites a compartilhar,
a olhar com compaixão,
a sorrir com paciência,
a estender a mão em caridade,
e a dar vida ...
à energia de congratulações, encontros, percepções e generosidade.

Tempo de resgatar a esperança...
e fortalecer corações generosos;
corações que conduzirão os novos tempos!

Tempo de resgatar a fraternidade
e ser benevolente consigo e com os outros.

O convite para iluminar o momento é agora!
É tempo de Natal !
Sensibilidade… Delicadeza… Bondade…

dando vida aos momentos…
Expansão de bons sentimentos.
Celebração, comemoração, integração
- de momentos…
Seria menos que isso?
Que mais é preciso?

Ah...Simplicidade...
Lembranças de Deus ... como faz bem!

Jesus, Maria ... os anjos - estava escrito!
Simplicidade sempre foi o melhor caminho ...
Bússola-estelar ... natural
Na manjedoura, reis, palhas, animais, acolhimento ...
A linguagem de Deus ... amor, sempre!

Moisés abriu o caminho,... Amor a Deus ensinando disciplina
Bhuda mostrou o caminho do equilíbrio ... Amor à paz, que bem faz!
Jesus?
Que diferença teria havido se o tivéssemos ouvido?
Ah... ele ensinou o amor ...
E este nunca morre...
Ainda temos aulas diárias...da vida.
Deus ensina: seja sem corpo*, seja sem vícios, seja sem ego!
Estamos aprendendo?
Milênios estão passando ...
Confluência dos tempos,
Regeneração em processo!
Façamos nossa parte...
Em paz, com amor!
Disciplina se faz necessária...
Prossigamos...

Ah… sensibilidade, que diferença faz!
Momentos de delicadeza da alma,
dos olhos observando,
da pele sentindo a brisa,
da água fresca descendo a garganta
- que prazer!

Com certeza!
É suficiente!
Grato – diz o coração
‘Percebe que os corcéis das trevas não têm espaço quando há sensibilidade?’
Ele diz! Eu acredito - com a razão e com o coração.

Ah…que simples são as percepções
- elas são nossos pincéis –

perceber as cores,
os olhares,
a dança das folhas,
o canto das esferas celestiais,
o brilhar de um momento
- não precisamos ser Candinhos**,
mas também podemos pintar
o momento,
e de nosso jeito.

Olha aí…
é simples…
observe-as…
elas estão por aí:
são sensações…
de um ano-novo chegando!
de um natal-presente, com sensibilidade e generosidade!
São sensações brotando naturalmente da alma!

Transcrever pinceladas da alma, em meio as brisas natalinas, foi o que tentei aqui...
em nome do site intuicao.com, deixo à sua família e a você
um grande abraço em seu coração!

FELIZ NATAL!
Herbert

nota:
**Candinho (maneira informal como Cândido Portinari era chamado pelos amigos)
* Sem corpo (bodyless): significando sentir-se sem corpo. Experimentar-se no estado angelical, num corpo de luz.

Enviar por e-mail Enviar por e-mail