O que é intuição?

O que é intuição?

A intuição é uma forma de inteligência - a inteligência intuitiva, que nos capacita acessar fontes distintas das fontes acessadas pela razão.

A intuição pode ser entendida como uma forma de inteligência natural à disposição do ser humano, que se desenvolve e se expande, assim como a razão - mas com padrões distintos desta. A inteligência intuitiva faz uso de um tipo de lógica - que podemos chamar de lógica intuitiva, baseada em sentimentos, em sensações, em percepções e não em dados ou informações, como se dá com a lógica racional. O fato é que a intuição faz uso de padrões diferentes daqueles a que estamos acostumados usar racionalmente.

Aqui no site intuicao.com fazemos um passeio por vários campos em que se consegue perceber o que a intuição alcança. Na medida em que passeios por universos distintos forem sendo feitos, diferentes facetas da intuição irão sendo visitadas, e a pergunta-título: o que é a intuição? - irá sendo revisitada.

Uma das formas para expressar o que é a intuição, é que a intuição pode ser vista como uma Linguagem.
Em meio às formas alcançadas para entender a intuição, um enfoque é este: a intuição como uma forma de linguagem.

Pode-se dizer que a intuição usa a linguagem do coração, enquanto a razão pode ser considerada a que usa a linguagem do intelecto.

Definir, de algum modo significa dar fins, colocar limites a algo a ser explicado. Portanto, aqui não encarceraremos um pretenso conceito de intuição numa moldura e nem entraremos no terreno arenoso de querer “definir” intuição - não no momento atual; não no nosso contexto ainda tão limitado de saber.

'Aprender' sobre a intuição e 'ampliar' nossa percepção sobre ela é o que intuímos ser o mais indicado nesta fase do saber humano.

A intuição pode ser vista como uma capacidade nata do ser humano.

Esta capacidade pode se traduzir como uma função, uma propriedade, uma forma de inteligência, uma ferramenta ou um talento que podem ser desenvolvidos com a prática.

Uma das formas alcançadas para entender e explicar a intuição que caracteriza um enfoque bastante influente é este: a intuição como uma linguagem. Uma linguagem que pode ser apreendida e aprimorada; quanto mais praticada for mais natural será seu uso.

Ao observarmos os atributos relativos à intuição vemos que eles também têm seu referencial em relação à razão.
A razão pode ser entendida como um instrumento que faz uso de uma linguagem, estruturada, lógica, com formas e padrões que expressam a mente racional.

A intuição faz uso de uma forma de linguagem bem distinta da razão. Ela foge aos padrões convencionais, lógicos e estruturados. O que caracteriza a intuição é a sua relação íntima com a sensibilidade, percepção, ritmo e com a sintonia.

A intuição é uma ferramenta poderosa que nos possibilita amplificar nossa capacidade de escolha.

Podemos dizer que a razão nos possibilita acessar um campo X. Ao fazer uso da intuição podemos continuar a usar a razão acessando o campo X, mas podemos ampliar este acesso a campos Y e Z fazendo uso da capacidade intuitiva.

A intuição, quando usada com um estado de consciência elevada é algo tão natural quanto ao uso da razão.

Intuir é preciso! Um dia a intuição estará tão presente em nossas vidas que ela será considerada algo natural. Por que não desenvolver o uso desta capacidade desde já?

Aqui no site intuicao.com o universo da intuição é sempre bastante visitado - direta ou indiretamente e várias facetas da intuição são mostradas; mas acima de tudo a mensagem do site é: pratique usar a intuição em sua vida!


Texto por Herbert Santos Silva
site: http://intuicao.com/negocios

Enviar por e-mail Enviar por e-mail