É Natal, lembremos a manjedoura

É Natal, lembremos a manjedoura

Tempo de valorizar o simples…
Palhas da manjedoura?
Viagem no tempo?
Quem sabe?

Doces olhares do bebê que veio para ensinar o amor?
Aconchego da mãe iluminada?
Cantos de anjos que trazem boas novas?
Músicas das esferas celestiais que nos embalsamam de pureza?

Tantos são os toques de generosidade que Deus nos presenteia!
Devemos estar atentos a eles - com sensibilidade.
Pois eles transcendem a razão;
transcendem os desejos que navegam na superfície;
eles tocam o coração sutilmente
e iluminam nossa consciência.

Quantos desses toques se perdem em armadilhas do mundo material?
Estejamos a eles atentos, pois eles resplandecem em nós o que há de mais genuíno e verdadeiro,
esses toques de generosidade volitam em nosso entorno como arcanjos convidando-nos a transcender sem temor.

Há mais de dois mil anos nascia Jesus, em um ambiente de simplicidade.
Ele sempre deu claras mensagens de simplicidade e esta está ligada à generosidade e fraternidade.
Quando perguntado sobre novos mandamentos ele disse que tudo poderia se resumir em dois:
Amar a Deus acima de tudo e;
Amar ao próximo como vos amei (inclusive os inimigos).

Penso que o exemplo dele nos mostra que ainda há muito a aprender em nossa jornada de amadurecimento espiritual.

A você, à sua família e aos seus amigos e amigas,

Um Feliz Natal!!!

Abraços preenchidos de luz
Herbert Santos Silva

A música sempre fez parte do Natal, em diversas épocas. Visando musicalizar um pouco o ambiente natalino, aqui está o link de um vídeo musical com Michael Bublé.

Enviar por e-mail Enviar por e-mail