Ritmo: o despertar do canal perceptivo

Ritmo: o despertar do canal perceptivo

Um dos maiores segredos na vida é perceber o ritmo com que cada manifestação flui.

Perceber e sintonizar-se constituem a essência do crescimento do ser.
Isso engloba a vida em geral, das simples decisões aos momentos de intensa emoção.
Sintonizar-se tem a ver com abrir o canal da percepção e perceber o ambiente e situações que o envolvem naquele momento em níveis conscientes e inconscientes.

O afloramento do canal perceptivo e o processamento das informações deve acontecer num nível de linguagem pessoal própria e, para tanto, a sensibilidade intuitiva deve ser praticada.
O despertar da sensibilidade baseia-se no equilíbrio interior.

O equilíbrio interior pode ser obtido através de diversos meios como, meditação, relaxamento, concentração e outros. O importante é que ele deve ser buscado e trabalhado. Ele não vem ao acaso.
O ritmo tem a ver com o foco.
Quando estamos no ritmo, uma alegria natural invade nosso ser.
A focalização deve ser equilibrada e abrangente.
A concentração deve ser manifesta com leveza e naturalidade.
Viver em harmonia tem a ver com encontrar o ritmo da vida.
Quando a pessoa encontra seu ritmo, ela interage com facilidade e se adapta a diferentes ritmos, sem perder o seu próprio.
Isso implica em perceber como agir, desde estar num trânsito intenso como a um momento de reflexão sentado numa montanha.

A dança energética existe sempre, quer notemos ou não, e, por certo, quem não tem a maestria ou intimidade com seu próprio ritmo é mais afetado e influenciado pelos ritmos que o cercam a cada momento.

Viver com ritmo, no seu próprio, o coloca em harmonia com os ritmos externos, ao mesmo tempo, cria uma “aura” de proteção que impede que ritmos prejudiciais o afetem.


Autor: Herbert Santos Silva
Livro: Intuição.com – Para viver uma Vida Melhor
site http://intuicao.com

Enviar por e-mail Enviar por e-mail