O Foco da paz interior

“Para ser grande, sê inteiro; nada teu exagera ou exclui”
Fernando Pessoa


Os caminhos são variados, as opções são inúmeras.
A pressão por tomar atitudes é algo que tornou-se comum no mundo de hoje.
Há fontes de tensões interiores ou exteriores que podem desvirtuar processos que poderiam ser enriquecedores, se vivenciados na sua velocidade natural e que poderiam conduzir ao amadurecimento e satisfação.
Mas ... o que ocorre?
Pressão interior e exterior, ambas advindas de hábitos praticados por toda uma sociedade.
Solução?
Ignorar os padrões externos e trabalhar mudanças nos padrões pessoais. Isso constitui um grande desafio, mas é um caminho possível. Esse é o começo.
Ser um indivíduo, uma pessoa, ser você mesmo.
Não cair na armadilha de se assumir como o “cobrador” que começa a fazer cobranças sobre si próprio.
Entender-se e aceitar-se conduzem a amar-se.
Isso alimenta sua força mais vital que é a paz interior.
Quando há paz tudo brota positivamente.
Passa-se a sorrir para a vida e passa-se a perceber os sorrisos da vida.
A paz interior é a base de tudo. Todo o resto nasce dessa propriedade vital.
Todo e qualquer foco deve estar baseado nessa propriedade.
Esse é o foco primeiro, o mais essencial de todos.
A paz interior é um tesouro que te pertence!
Sua razão talvez diga: “ - guarde-o, ou poderá perdê-lo ou ser roubado!”.
Sua intuição diz: “ - Use-o !”.
Quem está no comando é algo que só você pode responder.

Autor: Herbert Santos Silva
Extrato dolLivro: A Mente Saudável - Para Viver uma Vida Melhor
site http://intuicao.com
Foto: http://pt.freeimages.com/photo/freedom-1403215 - reuben4eva

Enviar por e-mail Enviar por e-mail